quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

ALIMENTAÇÃO

A saúde da ave depende, entre outros fatores, de uma dieta saudável.  Uma boa parte das doenças das quais a ave pode ser acometida é decorrente de uma alimentação deficiente, pobre em nutrientes essenciais como cálcio e vitaminas, o que leva à baixa absorção e aproveitamento dessas substâncias, queda imunológica do organismo, refletindo na saúde da ave e, consequentemente, no tempo de vida
 
Aves mantidas em cativeiro devem receber uma alimentação adequada, próxima a que teriam à sua disposição na natureza.  Um dieta à base apenas de sementes é pobre em nível nutricional, por essa razão precisa ser complementada com frutas, verduras, farinhada de ovo, suplementos vitamínicos, etc.  Além disso, as sementes são ricas em proteínas, portanto, não pode ser a única fonte de alimento.
 SEMENTES
 
A mistura básica de sementes para calopsitas é composta de painço (50%), alpiste (30%), aveia sem casca (15%), girassol (5%). Esta é uma proporção aproximada.  Outras sementes podem fazer parte dessa composição como : trigo mourisco, cártamo, níger, por exemplo.
 

Deve-se tomar cuidado ao adquirir sementes, observando brilho, maciez, coloração, limpeza, se há cheiro de mofo, etc., seja à granel ou embalagem fechada.   Procure adquirir sementes em loja de grande circulação de mercadoria, pois sementes estocadas por muito tempo perdem suas propriedades e ficam sujeitas a fungos, que causam intoxicação na ave. 
 
Se você tem poucas aves, é mais interessante comprar a mistura de sementes vendidas em embalagens fechadas e, mesmo assim, sempre verifique a qualidade da mistura antes de fornecer à ave.  Se você perceber carunchos no meio das sementes ou que seu aspecto não está bom, não forneça à ave em hipótese nenhuma. 
 
As sementes não devem ser lavadas, pois uma vez aumentada a umidade interna das sementes através da lavagem e a falta de evaporação da água , esta umidade não será reduzida, nem mesmo com banhos de sol, ou aquecimento em forno, além do que esse procedimento destroi suas características físicas e químicas naturais.

Alguns veterinários são contra ao fornecimento de sementes aos pássaros, quer seja pelo fato de seu teor nutricional não suprir totalmente as necessidades,  quer seja pela facilidade em adquirí-las velhas e com fungos, o que traria danos decorrentes da intoxicação, e orientam seus clientes a substituí-las totalmente pelas rações industrializadas.  Entendemos a preocupação dos veterinários, mas a mistura de sementes deve fazer parte da alimentação da calopsita, uma vez que trata-se de uma ave granívora (é de sua natureza alimentar-se de sementes, o ato em si de descascá-la com o bico).  Esta também é uma opinião da maioria dos criadores, pela experiência decorrente do contato que com suas aves.
amostra de sementes velhas com carunchos e bichinhos oportunistas
 encontradas em saco de mistura de sementes fechado

 
amostra de sementes adquiridas de pacote fechado já deterioradas


RAÇÕES EXTRUSADAS E PELETIZADAS

 
As rações extrusadas e peletizadas específicas para aves surgiram há pouco tempo (semelhantes a de cães, gatos, etc.), e cada vez mais novas marcas e variedades chegam ao mercado, com o objetivo de fornecer uma alimentação mais completa e equilibrada às aves em cativeiro.  A composição das rações varia conforme a característica/espécie de ave, e é alterada de acordo com a fase da vida da ave (crescimento, reprodução, muda de penas).




Descrição Nutrópica Frutas:
Indicação do Produto
Nutrópica® Calopsitas
é um alimento extrusado completo, especialmente formulado para as Calopsitas.
Característcas:
·  100% Completo
·  Mais prático
·  Menor desperdício
·  Mais saúde e longevidade para sua Calopsita
·  Com pedaços de frutas tropicais
300g
Composiçao básica do produto
Quirera de arroz, milho integral moído, farelo de soja, ovo integral desidratado, frutas cristalizadas, uva passa, maça desidratada, semente de linhaça, farinha de aveia, polpa de beterraba, óleo de coco, óleo de girassol, dl-metionina, l-lisina, mananoligossacarídeos, extrato de yucca, fosfato bicálcico, calcário calcítrico, cloreto de sódio, antioxidantes (BHT e BHA), premix vitamínico e mineral quelatado, aromatizante e corante alimentícios.



Descrição Nutrópica Natural:
Indicação do Produto
Nutrópica® Calopsitas Natual
é um alimento extrusado completo, especialmente formulado para as Calopsitas.
Nova embalagem, 300g.Para quem possui menor quantidade de aves.
Característcas:
·  100% Completo
·  Mais prático
·  Menor desperdício
·  Mais saúde e longevidade para sua Calopsita
300g
Composiçao básica do produto
Quirera de arroz, milho integral moído, farelo de soja, ovo integral desidratado, semente de linhaça, farinha de aveia, polpa de beterraba, óleo de coco, óleo de girassol, dl-metionina, l-lisina, mananoligossacarídeos, extrato de yucca, fosfato bicálcico, calcário calcítrico, cloreto de sódio, antioxidantes (BHT e BHA), premix vitamínico e mineral quelatado, aromatizante e corante alimentícios.




 Alcon Eco Club Calopsita é um alimento completo que pode perfazer 100 % da alimentação diária das Calopsitas.
Apresenta uniformidade nutricional em cada grânulo, a partir de ingredientes naturais ricos em vitaminas, sais minerais, beta caroteno e fatores anti-radicais livres.
Contém fonte de inositol e nucleotídeos, que são colaboradores do sistema digestivo, além de aditivo prebiótico, que promove o crescimento seletivo de bactérias benéficas nos intestinos e inibe o desenvolvimento dos microorganismos patogênicos, prevenindo infecções intestinais.
Em função do adequado balanceamento do alimento e conseqüente atendimento às necessidades nutricionais das aves, diminuem as chances de surgimento de doenças.
Além das vantagens nutricionais em relação às dietas a base de sementes, o alimento proporciona considerável economia, já que o consumo é cerca de 30 a 40 % menor que o volume de sementes que seriam utilizadas, em função das cascas e do desperdício de sementes pelas aves.
Também facilita muito o manejo, pois não há necessidade da rotina diária de soprar as cascas das sementes. Deste modo o alimento pode ser fornecido para vários dias.
A coloração dos grânulos resulta dos ingredientes naturais utilizados. Não há pigmentação artificial do alimento.


FARINHADA

 


Descrição:
Alcon Club Farinhada com Ovo para Psitacídeos é um alimento completo de alto valor nutricional, indicado para a adequada alimentação de Papagaios, Periquitos, Agapornis, Calopsitas e outros Psitacídeos em períodos de reprodução, muda de penas e em recuperação após doenças. Enriquecida com um perfeito balanceamento de vitaminas e minerais de altíssima qualidade, esta farinhada apresenta grande palatabilidade e alta digestibilidade. Os ovos desidratados utilizados em sua composição garantem, além de adequada nutrição, a segurança sanitária frente aos riscos de utilização de ovos frescos. Além de mel e sementes selecionadas, a farinhada apresenta componentes naturais Prebióticos e Probióticos, que favorecem o desenvolvimento da flora intestinal benéfica e inibem o desenvolvimento de microrganismos patogênicos, prevenindo infecções intestinais. Os componentes utilizados no rigoroso processo de fabricação não afetam a pigmentação da plumagem

Modo de Usar:

Servir em comedouros limpos, na forma seca ou levemente umedecida, de acordo com a preferência dos pássaros. Quando oferecida úmida, as sobras devem ser removidas ao final do dia. Deixar água limpa sempre à disposição. A farinhada deve corresponder a ¼ da alimentação, servida diariamente nos períodos de criação e muda. Para manutenção, servir 2 ou 3 vezes por semana.

Composição Básica do Produto:

Farinha de arroz, creme de milho branco, farelo de soja, ovo desidratado, leveduras, proteína texturizada de soja, semente de níger, semente de papoula, semente de perila, óleo de soja refinado, suplemento vitamínico mineral, mel, probiótico, prebiótico, sacarose, concha de ostra em pó, sal, fosfato bicálcico, aditivo aromatizante, antioxidante BHT.

Eventuais Substitutivos: Farinha de trigo.

Enriquecimento por kg de Produto:
Vitamina A 18.000 UI
Vitamina D3 3.020 UI
Vitamina E 50,4 mg
Vitamina K3 5,0 mg
Vitamina B1 4,0 mg
Vitamina B2 15,1 mg
Vitamina B12 20,2 mcg
Vitamina B6 4,0 mg
Pantotenato de cálcio 30,2 mg
Niacina 70,6 mg
Colina 314,5 mg
Ácido fólico 1,4 mg
Biotina 0,2 mg
Selênio 0,1 mg
Manganês 40,3 mg
Ferro 50,4 mg
Cobre 5,0 mg
Iodo 1,1 mg
Zinco 50,4 mg
Vitamina C 153,0 mg
Mananoligossacarídeos 1,9 g
Lactobacillus acidophillus 1 x 10 5 UFC
Streptococcus faeceum 1 x 10 5 UFC

Níveis de Garantia:
Umidade (máx.) 10 %
Proteína bruta (mín.) 16,5 %
Extrato etéreo (mín.) 6,5 %
Matéria fibrosa (máx.) 5 %
Matéria mineral (máx.) 10 %
Cálcio (máx.) 2,5 %
Fósforo (mín.) 0,6 %


 VERDURAS, FRUTAS, LEGUMES ...

PROIBIDOS  alface, abacate, chocolate, café, leite e seus derivados, chá, tomate, alimento com sal, feijão, ração de cachorro, queijo, pão, sementes de e caroço de maça, damasco, cereja, pêra, ameixa, pêssego.
PODEM MATAR A SUA AVE

Alimentos proibidos:.
Alguns alimentos não devem ser oferecidos a Calopsita pois podem inclusive levá-la à morte! É importante que quem costuma tratar as Calopsitas e também todos os membros da família, saibam quais são eles:
  • Alface - Causa diarréia;
  • Abacate - Leva a morte rapidamente;
  • Cafeina - consumo totalmente proibido mesmo em pequenas quantidades, pode causar hiperatividade, vômitos, diarréia, batidas cardíacas irregulares e morte;
  • Chocolate - Causa os mesmos sintomas da cafeína;
  • Bebidas alcoólicas - O fígado das Calopsitas não consegue metabolizar o álcool, podendo causar lesões cerebrais e morte;
  • Sal - Os psitacídeos não conseguem excretar sal como nós. Por isso, o consumo de sal causa excesso de urina e consumo de água, depressão, hiperatividade, tremores e até morte.
  • Gordura - o excesso de gordura pode causar doenças hepáticas, obesidade, diarréia, problemas nas penas, além de afetar a absorção de nutrientes;
  • Outros alimentos que devem ser evitados: folhas de batata, tomate e feijão, sementes e caroços em geral (principalmente os de maçã, damasco, cereja, pêra, ameixa, pêssego).

  .: alimentação:.

A Calopsita costuma se alimentar de sementes, mas em seu habitat natural não dispensa os frutos e insetos. No cativeiro, a dieta da Calopsita facilita muito a vida dos donos e criadores, pois é composta principalmente por sementes e ração, encontradas com facilidade até em supermercados.
Os complementos comuns são frutas e verduras, com algumas exceções que veremos adiante pois alguns alimentos podem até matar sua Calopsita.
Diariamente oferecer uma mistura composta de 20% de alpiste, 50% de paiço, 15% de arroz com casca, 10% de aveia e 5% de sementes de girassol, encontrada já pronta em aviários e supermercados. Duas vezes por semana ofereça frutas, (maçã ou pêra sem sementes), ou verduras, ( espinafre, chicória). As verduras devem ser oferecidas cruas e nunca ofereça alface, pois causa diarréia.
Dê Frutas, Verduras e Legumes ao seu amiguinho: Prefira sem agrotóxicos.

DEVEM SER DADOS CRÚS: Couve  (à vontade), jiló, catalônia, almeirão,  cenoura,  beterraba, bertalha, folhas de cenoura, folhas de beterraba, abobrinha, rúcula,  abobrinha, bróculis, couve-flor etc. Não esqueça de lavar verduras higienizador e depois lavar bem.

DEVEM SER DADOS COZIDOS: Milho verde, batata doce, sementes de abóbora (semi-torradas).
Milho verde. 1 vez por semana (cozido -  nunca  dê cru). Por que não dar milho crú?  Entre outros fatores,  o milho crú deixa o intestino susceptível à bactérias  e pode também  facilitar o desenvolvimento  de coccidiose.

Ovos: Periodicamente. Muito bem cozidos. Massacre nas mãos , gema e clara.Uma boa opção é dar farinhada de ovos ao invés de ovos cozidos (compra em pet shop). O risco de contaminação é menor.

FRUTAS:  Maçãs (sem as sementes porque a semente de maçã contém um ácido que é tóxico para aves). Mamão (com as sementes), banana (com a casca), melancia (com as sementes), . Cuidado com produtos com agrotóxicos. Se usá-los  retire as cascas e as sementes das frutas
Frutas, verduras e legumes, com ou sem agrotóxicos, devem ser lavados com HIDROSTERIL, pois  hidrosteril tem em sua composição o Permanganato que é ativo contra Giárdia. Por que esterilizar com hidrosteril? Lembrem-se  que, desde a colheita até o momento em que você adquire a fruta, verdura ou legume, ela passa pela mão de muita gente. Pense: Será que esta gente lavou a mão depois que foi ao banheiro?  E lá na fazenda onde está a plantação? Esta verdura não levou uma mijadinha  de cachorro?  Não levou também uma cagadinha de pomba? Tudo isto traz contaminação, portanto... Lave, esterilize as verduras, legumes e frutas!

Se seu amiguinho não gosta de frutas você pode obrigá-lo a comer  sem fazer  força. Como? Heheheeh... Pegue a  fruta, massacre na água de beber, coe e coloque no bebedouro. Lembre-se de trocar esta água com frequência! Deixe no máximo por 3 horas. Uma boa saída é não deixar água disponível durante a noite, assim pela manhã, eles vão estar com sede e tomar seu suquinho, mas se você é um dono apressado ou esquecido, não faça isto, pois você pode sair e não deixar água e eles morrerem de sede.

Como acostumar sua ave  a comer verduras e legumes? Pique as verduras ou legumes e coloque no fundo da  gaiola misturadas com sementes. Calopsitas adoram ciscar e quando forem ciscar as sementes acabarão por comer as verduras.

Você pode também fazer um  colar de frutas, verduras e legumes com um barbante. Ponha pedaços de cores diferentes... Por exemplo: um pedaço de cenoura e sem seguida um pedaço de bróculis e daí por diante. Amarre o  colar na gaiola e deixe lá. Seu amiguinho com certeza   vai querer brincar com o  colar e vai acabar comendo.

Muito importante também na alimentação da Calopsita é o cálcio e a melhor forma de suprir esta necessidade é oferecer osso de siba ou pedra de cálcio .
 .:água:.

A água pode ser considerada o nutriente mais importante para as Calopsitas (depois do oxigênio), economicamente representa o nutriente de mais baixo custo e o maior constituinte do corpo de todos os animais. A Calopsita pode perder quase toda a sua gordura corporal armazenada, bem como mais de metade das suas proteínas e ainda sobreviver. No entanto, a perda de 10% da água corporal, pode causar doenças graves. Sem a reposição da água que é perdida, o resultado será a morte.

Certifique-se de que sua ave sempre tenha água limpa e fresca a disposição.












Nenhum comentário:

Postar um comentário